A sexualidade é um componente do comportamento humano e uma característica pessoal que pode ser um ponto de equilíbrio ou um conflito na vida da pessoa. A expressão da sexualidade acontece de diversas formas e em diversos momentos. Na moral judaico-cristã, somos induzidos a pensar o sexo como algo pecaminoso e proibido. É um instinto natural que deve ser vivido naturalmente sem nenhum tipo de artifício. Quando visto dessa forma a sexualidade não está apenas na relação corporal, mas na afetividade e na vivência da conjunção espiritual de ideias, energias e também, é claro, corpos, que levam ao êxtase final, vulgarmente chamado gozo, que é quando recomeça o encontro e reencontro consigo e com os outros. Falarei mais desta questão em outras Pequenas reflexões.

PEQUENAS REFLEXÕES.

Anúncios