Heterossexual. Homossexual. Bissexual. Transexual. O homem é mais direto que a mulher. O homem pensa só em sexo. A mulher é mais afetiva, mais detalhista. O gay também pensa muito em sexo, é escandaloso. Não são construções um tanto preconceituosas? Seriam o objeto dessas construções algo relacionado apenas ao biológico, ao tipo físico de cada ser, ou seriam construções históricas, sociais e culturais?

silhouette-woman-and-man

O homem é um ser complexo. Quando pensamos na espécie humana devemos levar em conta todos esses fatores em conjunto. É por isso que aprendi que somos seres bio-psico-sociais. Antes mesmo de pensarmos em qualquer questão temos que ver que temos um corpo material e somos parte da natureza. O corpo humano é um conjunto biológico. Porém, ao contrário dos animais que também são conjuntos biológicos, o homem é dotado de inteligência e por isso é corpo e mente. Essa parte da mente é o que diz respeito ao segundo fator que é o psíquico. E somos seres gregários, vivemos em sociedade e interagimos socialmente.

Talvez o texto se torne longo, mas é preciso discutir, então, o que lançamos acima. Comecemos pela heterossexualidade. Atração pelo sexo oposto. Um homem sente atração por uma mulher e vice-versa. Se levarmos em conta só o biológico muitos dirão que isso é o “correto”. A homossexualidade é a atração desenvolvida pelo igual, pelo mesmo sexo. Essa identidade sexual sofreu e sofre alteração ao longo do tempo, porque somos seres sociais.

Quando se trata dos papeis do homem e da mulher na sociedade tudo ainda é muito vago para definir, rotular e enquadrar essas definições num cercado. O fato do homem ser mais direto que a mulher, de só pensar em sexo, é algo biológico, mas também é social e cultural. Nos primórdios, quando o homem era selvagem esse era um instinto que lhe mantinha a sobrevivência e a reprodução. Hoje, temos homens até mais sensíveis que as mulheres. O fato de dizer que o gay é escandaloso e que é muito ligado ao sexo, se dá devido ao fato de que nos anos 80 com a liberação sexual, o gay passou a expressar seus desejos, antes contidos e camuflados dentro de seu quarto ou ainda pior, somente na sua mente.

Considerar o homem nas três dimensões faz com que possamos sair da superficialidade e encarar com maior acuidade algo que nos faz os seres mais complexos da natureza. Há em certos casos a prevalência de um dos fatores, como por exemplo pode prevalecer um biológico. Um homem com muito desejo sexual pode estar com a testosterona em alta. Mas pode ser também que ele tenha sido educado liberalmente e para ser o garanhão. E pode ser ainda um descontrole da mente, da psique. Então assim temos o bio, o psico e o social que podem se inter-relacionar ou até serem tomados em separdo, o que é mais raro. Sempre haverá entretanto, reverberações em cada um desses aspectos. A parte biológica reperticura no social e cultural e no psicológico. Homem, um ser só, mas com vários perspectivas de atuação.

Anúncios