O mundo está em guerra e o povo pede paz. A paz tão sonhada por todos nós só virá nos dias em que formos seres bondosos, calmos, pacíficos por assim dizer, em que extirparmos a maldade de nós e quando pudermos parar com a euforia do duelo, do combate, da luta, da disputa, do mal.

duelos

O mundo já evoluiu muito, mas em alguns aspectos ainda está num estágio primitivo. Um deles é essa capacidade estranha do homem de duelar, ou muitas de travar uma luta consigo mesmo destruindo o seu veículo físico – o corpo, e denegrindo o ser humano. Duelos estão por toda parte o primeiro e mais fatídico de todos são as lutas de MMA, esportes tidos como artes, mas que na verdade promovem um torpor de maldade e energias negativas. Como pode ser esporte uma coisa que acaba com o cérebro que deixam as pessoas com debilidade mental? Sim, porque há exemplos na história de lutadores que acabaram com sérios problemas neurológicos e psiquiátricos. Outros duelos são as corridas de automóveis como a Fórmula 1, em que se busca apenas velocidade e sensação, quantos não se acabaram em trágicos acidentes nas pistas automobilísticas? Mais um duelo, as próprias altas velocidades nas rodovias em carros de passeio e regadas a bebida alcoólica. O uso de bebida alcoólica também é um duelo destruindo muitas vezes lares e famílias.

Duelos e mais duelos… A violência nas ruas nem se diz. Mas o pior ainda é o sujeito civil que anda armado e que acha muito bom combater a violência com mais violência ainda. Neste sentido, hei de concordar com um amigo que disse que o mundo evoluiu muito pouco, ou que tudo está desde os primórdios. Pois, falta ainda colocar Deus no coração.

O ser humano adora um derramamento de sangue. O filme que está nos cinemas agora é o “Invocação do Mal 2”. O filme tem um viés espiritual e diabólico, mas precisamos é da paz. Outro duelo terrível é a divulgação de fotos de acidentados, fotos de assassinatos pelo Facebook, Whatsapp e demais redes sociais. O ser humano perdeu o seu valor. O que vale é expor-se e expor o outro.

Que o embate do bem venha! Para que tenhamos dias de paz na Terra. Que a crueldade do homem não fique apenas nestas palavras, mas que seja dissipada da crosta terrestre. Que possamos contribuir na construção da sensibilidade que faz pelas artes e pelo amor. Que voltemos ao criador maior, não deixemos os duelos se espalharem. Por enquanto estão por aí, e vivemos uma guerra do mal. Que ela acabe!

Anúncios