Estamos mergulhados no clima de carnaval, nesses dias de festa e me veio à mente para falar do Carisma. O que é o carisma? Já se nasce com ele ou conseguimos desenvolvê-lo? Quando se trata de carisma é algo fixo, se tem ou não se tem, ou há uma diversidade de carismas?

people-iii

De acordo com o site significados.com.br, Carisma “é uma habilidade inata de alguns seres humanos de conseguir encantar, persuadir, fascinar ou seduzir um outro indivíduo, através da sua forma de ser e agir”. Seria então o encantamento próprio que desperta algumas pessoas noutras. Quem nunca se encontrou a primeira vez com alguém e pensou: nossa, que pessoa agradável, simpática! E ao mesmo tempo o inverso ocorreu: que pessoa chata, nojenta!

A capacidade de nós, seres humanos, gerarmos ou não empatia nas pessoas vai da simples naturalidade de termos que conviver uns com os outros. E, convivendo… geramos laços ou rupturas. Já respondi de uma maneira muito simplista o que é o carisma e em seguida lancei um segundo questionamento se o carisma é inato ou se conseguimos desenvolvê-lo. Pela citação trazida percebe-se que é inato. Pondero no sentido de que, geralmente, a personalidade da pessoa tem uma grande carga de inatismo, mas com o conhecimento, com o amadurecimento pode-se ter o desabrochar das vivências e uma pessoa antes “complicada”, “carrancuda” pode vir a ser extremamente carismática. É bem difícil, mas é possível.

Chegando à terceira questão, na atualidade não se fala de um só carisma, mas de uma multiplicidade deles. Há pessoas que se dão bem com crianças, outras com idosos, outras com animas e por aí vai o rol de possibilidades.

people-1394758012TWz

Nessa época de carnaval e festas tudo é alegria, tudo é festa, todo mundo é amigo de todo mundo. O povo brasileiro é festivo e em todas as comemorações aparecem demonstrações de simpatia e cordialidade. Quando se trata de Carisma não se trata de algo aparente ou superficial. O Carisma está ligado ao lado espiritual inerente ao homem. É questão energética, é o fluxo das simpatias e antipatias, das vivências anteriores, dos laços e rupturas.

Quem já te tocou no fundo da alma? Quem te fez transbordar de uma felicidade neutra? Com quem experimentou uma sensação indescritível, semelhante à do orgasmo sexual?

Comece a perceber no dia a dia e verás a energia carismática em trânsito. Procure vivenciar o seu carisma. Sinta-se, deixa a sua energia fluir e seja positivo para que gere mais simpatias do que antipatias.

Saudações na fé e no amor!