Um texto muda no decorrer do seu projeto de escrita e o objetivo deste era inicialmente dizer que eu ainda uso agenda de papel. O ano está chegando ao fim e, dessa forma, já encomendei a minha agenda – e de papel – para o ano de 2016. Encomendei porque compro pela internet uma agenda das Edições Paulinas que é ao mesmo tempo o calendário litúrgico com as leituras bíblicas do dia a dia. Pesquisas mostram que quem faz anotações manuais tem menos problemas de memória e neurológicos. A era digital está com tudo e temos perdido velhos hábitos e nos acostumamos a virar homem-máquina.

agenda

Neste pensamento de escrever na minha agenda de papel, fiquei pensando também no que está na agenda de 2015 e o que nos espera em 2016. Impeachment, a morte de Marília Pêra, o estouro da barragem de Mariana, terrorismo… Muitas notícias ruins. A teoria do agenda setting, em comunicação, marca uma forma que a mídia tem de definir a agenda da sociedade. Estamos sendo definidos por estes temas que circulam.

Porém, não podemos ficar presos apenas a este contexto que circula e nos faz reféns, desesperançosos e totalmente ansiosos. O ano de 2015 foi para mim de muitas conquistas. Comecei a trabalhar no IFSULDEMINAS no cargo de Auxiliar de Biblioteca, iniciei o meu doutorado em Linguística e agora no fim do ano consolido o projeto com o meu canal de vídeos no YouTube – Intertexto: Português, Literatura e Redação. São esses temas que quero colocar na minha agenda de 2016 e fortificar o trabalho aqui com o blog para ajudar cada vez mais pessoas a pensaram no cotidiano, a vislumbrarem algo melhor para suas vidas.

Juntos podemos ter na nossa agenda – de papel – a transformação de um mundo melhor. A escrita deste texto aconteceu de forma brutal, “como quebrar pedras, duramente”, como diz a Clarice Lispector, mas é dizendo que nos marcamos e mesmo quando não se tem nada a dizer, devemos procurar algo a pensar. E penso que o mundo está em ebulição e que nós somos agentes, sujeitos da transformação que queremos. E você, o que esteve na sua agenda de 2015 e o que estará na de 2016? Um abraço!