Ontem à noite: “O Brasil está jogando né, contra o Chile?” E eu: “Ah é, não sabia?” Que patriota sou eu que não sabe o dia que seu país irá disputar uma das eliminatórias da copa? Depois, já em casa, fico sabendo que o Brasil perdeu, novamente né?

futebol

Hoje quando abro o site da UOL, “Estreia triste e histórica”. Por que choram pelo futebol do Brasil? Quando abro o Facebook, uma declaração de gente conhecida, parente próxima: “Estou pensando o que resta do BRASIL. Presidente uma bosta. Seleção Brasileira uma bosta. Ensino uma bosta. Saúde uma bosta. Emprego uma bosta. Salário uma bosta. Nosso dinheiro uma bosta. Não falta mais nada”. E aí eu respondi: “E as pessoas do Brasil, uma bosta também?”

Não podemos perder a esperança. Por que choram pelo futebol do Brasil? Porque é a identidade nacional. É o que nos une e nos faz vitoriosos. Só que esta identidade está rompida. Quebrada. Brasileiros não lutam juntos, e se não lutam juntos não têm identidade definida. Tem gente até querendo intervenção militar.

O futebol era a melhor coisa que o Brasil tinha. Mas em tempos de crise até aquilo que temos de melhor fica prejudicado. A crise não é na economia? O problema não é a Dilma? E porque o futebol está ruim então? Ah, deve ter sido a Dilma que treinou a seleção. Aí sim o fracasso seria justificado, pois ela não entende de futebol. E se não entendemos de algo devemos recusar a fazê-lo. Como muita gente que não entende de política e se põe a discuti-la. Já disse e repito: não estou aqui discutindo política, pois não sou preparado para isso. Mas estou aqui pensando, coisa que muita gente não faz e nunca fez.

Pensemos: por que choram pelo futebol do Brasil? E por que não choram quando gastam mais dinheiro com bebidas, festas, curtição, do que com livros? Por que não choram quando querem legalizar a maconha e o aborto? Por que não choram, mas aí de alegria, quando uma negra e pobre conclui a faculdade aos 79 anos? Por que não choram quando os negros em pleno século XXI são marginalizados e excluídos? Essa semana na UEMG daqui de Passos, uma funcionária foi chamada de biscate e macaca porque apenas limpava o pátio no horário de aula e o fato: é negra. Ah, mas tem muito negro rico! Onde? No seu bairro de classe alta? Por que no meu que não é bairro nobre, mas também não é periferia, não tem.

As pessoas deveriam entender ao certo o que é alienação e não vou falar hoje. Vou deixar curiosidade no ar. Entender de fato. Por que o que se faz com o futebol no Brasil é isso, é alienar o povo enquanto acredita ser uma nação forte e com identidade bem construída porque tem um bom futebol. E basta a seleção começar a perder em sequência para a identidade se esvair. Porque o povo brasileiro achava que o futebol é a única coisa pela qual se precisa chorar. Choremos mais. Por outras coisas.

Anúncios