Projeto (Quase) Uma Poesia Por Dia

Neste poema uma ode às pessoas solitárias, às pessoas que sofrem conflitos de relacionamento. Ressalto que, apesar deste texto revelar muito de mim, não me defino como uma pessoa solitária, mesmo sendo solteiro. Todo poema expressa a singularidade do momento em que ele foi escrito e pode ser que foi isso o que aconteceu com este texto que lhes apresento.

droga

DROGA

 

A droga que eu uso

Não é a mesma que você usa

Todo mundo usa droga?

Quem foi que inventou esta palavra?

A minha máscara

Já caiu há muito tempo

Mas, eu sempre tento

Coloca-la de novo.

A droga que eu uso

Não é a mesma que você usa.

Pra tentar fugir,

Ou pra tentar achar-me,

Vicio todos os dias,

Crio hábitos,

Recordo lembranças,

Como com o olhar alguém.

Mas minha droga

É não ter ninguém!

Anúncios