Projeto (Quase) Uma Poesia Por Dia

café

CAFÉ

Água borbulhando, borbulhando no fogão.
O pó, o açúcar e o cheiro gostoso…
Ventando, o cheiro vai se espalhando…
Cheiro gostoso de sensação!

O café fica pronto!
Pretinho, gostoso, amargo…
O café tá na mesa,
O café na xícara, agora está tonto!

Rodeia, rodeia, rodeia…
Para, num instante
E alguém o saboreia.

Que delícia de café!
Que gostosura é essa,
Que esquenta até o pé?