Como já deu pra perceber, começamos 2015 bem, com muitas postagens e em comemoração ao ano 5 de existência do blog. É uma característica minha trabalhar com projetos e um deles já está em execução no blog que é o “Uma poesia por dia”. O pessoal está gostando. Tenho trabalhado, discutido e refletido sobre as questões dos relacionamentos e comportamentos diante das novas interações que acontecem no espaço da web. Diante disso, pensei em lançar um blog novo, cheguei até a dar nome a ele – Terapia em Palavras: comportamento, espiritualidade e vida – para tratarmos somente de questões comportamentais.

Mas manter dois blogs é muito trabalhoso e por isso resolvi ficar somente com o Espaço da Gente, mas desdobrando-o em novos projetos. Tenho um projeto antigo que se chama “Projeto Sophia: arte e espírito”. E decidi que ele será o guarda-chuva dos projetos menores que surgirão ao longo do ano.

coruja

Sophia é um vocábulo, se não me engano, originário do grego e quer dizer sabedoria, sábia. O projeto inicialmente elaborado contemplava a arte como um todo. Dentro desse contexto do blog a ideia é favorecer o crescimento e a evolução do espírito humano por meio de “Terapia em Palavras”, daí o nome do projeto. Continuamos com o “Uma poesia por dia”, com os textos jornalísticos, resenhas, comentários e reflexões e ainda poderemos no decorrer do ano voltar a dar funcionalidade aos projetos “Série: Etiqueta Social” e “Museu Virtual da Notícia”.

Perguntaram-me outro dia o que seria o “Projeto Uso Consciente da Internet” que lancei no meu perfil no Twitter. O objetivo dele é “controlar o tempo de uso e permanência na internet para aquisição de conhecimento, troca de experiências com pessoas apenas aquelas que sejam fortuitas, banir conteúdos grosseiros e invasivos”, e com isso gerar reflexões para que não nos tornemos escravos da web, mas sim construtores de ideias e comportamentos sadios por meio dela.

Bom meus amigos é isso! Em breve vocês começarão a degustar os textos comportamentais extraídos de histórias verídicas e que possam fortalecer o conhecimento de nós mesmos, porque, afinal, a sabedoria está em nossas mãos.
Um abraço,

Danilo Vizibeli

Anúncios