Visita Educafro Minas - 8 de março de 2013

Com o objetivo de conhecer a realidade do Núcleo Dércio Andrade (NDA), representantes da diretoria da ONG Educafro Minas de cursinhos pré-vestibular comunitários visitaram o núcleo de Passos no dia 8 de março, sexta-feira.  A reunião foi coordenada pelo Frei Júnio Fernando Marques, diretor, com a participação dos irmãos Frei Irwin Couto Silva, secretário, Frei Saulo José Duarte, tesoureiro e a secretária geral administrativa da sede Andrea Rodrigues.

O encontro foi dividido em duas etapas sendo a primeira uma integração com os alunos da turma de 2013 do curso pré-vestibular comunitário e em seguida uma confraternização e lanche. Na segunda parte, os representantes se reuniram com os coordenadores, professores e demais voluntários do Núcleo para tratar de questões administrativas.

A pauta geral consistiu no objetivo de mostrar a Nova Gestão da Educafro que enfatizará a melhoria na comunicação da rede Educafro Minas, buscar parcerias com faculdades e buscar a sintonia com a Educafro Nacional. Um dos temas abordados foi a preparação para o Encontro de Prática de Cultura e Cidadania que será realizado em Passos nos dias 26 a 28 de abril, no CAPP – Centro de Aprendizagem Pró-Menor de Passos, mantido pelos Irmãos de São Gabriel.

De acordo com o Frei Júnio Marques, a Educafro Minas está promovendo melhorias na sua forma de comunicação e integração entre todos os núcleos, consolidando o formato de Rede característico do Projeto. Em conversa com o jornalista e professor de Literatura e Redação do NDA, Danilo Vizibeli, foi firmada uma parceria para que o Núcleo possa ajudar na divulgação e estratégias de Comunicação Social, o que já vem sendo feito em Passos. No Núcleo Dércio Andrade são realizadas divulgações na Imprensa Local, no Jornal Folha da Manhã, Sites e Blog noticiosos de Passos e região e rádios via mala direta. Além disso, o Blog Danilo Vizibeli Jovem Jornalista (https://danvizi.wordpress.com) abarca diversas produções dos alunos e notícias do Cursinho. As redes sociais como o Facebook também são muito ativas entre os estudantes e voluntários do Núcleo promovendo debates e discussões. A ideia é cria um blog próprio do cursinho e ainda promover a articulação com espaço para cada Núcleo da Educafro Minas dentro do site da ONG (http://www.educafrominas.org.br) que está passando por uma reformulação de layout e estrutura. Outra novidade é o jornal impresso “Presença Ativa” que em breve retornará a circular nos núcleos em novo formato com a edição geral do Frei Irwin.

“Estamos felizes com este apoio e queremos agora movimentar os demais núcleos para que possamos nos comunicar cada vez melhor. Acredito que temos que colocar em prática tantas ideias legais que foram passadas por nós hoje e com isso iremos fortalecer ainda mais o nosso movimento em busca da educação de qualidade e da inserção do negro e das pessoas de baixa renda na Universidade”, frisou o Frei Júnio.

Para o professor Danilo, o trabalho com as redes sociais e a divulgação e fortalecimento da Comunicação na rede Educafro é um grande momento. Dentro do seu trabalho ele tem procurado estimular os alunos nas práticas de leitura e escrita e com isso articular ações dentro das novas tecnologias da Informação e da Comunicação. “Não podemos fechar os olhos para essa nova realidade do mundo contemporâneo que é a comunicação instantânea, as redes sociais e dispositivos tecnológicos que a cada dia adentram na vida das pessoas. A Educafro se mostra aberta e preocupada em trabalhar essas questões promovendo uma articulação entre os integrantes. Estamos muito felizes com a visita da Diretoria e temos certeza de que faremos um ótimo trabalho em conjunto”, disse o professor Danilo.

O Encontro de Prática de Cultura e Cidadania, assunto que fez parte da pauta da reunião, será realizado de 26 a 28 de abril de 2013 no CAPP.  As inscrições serão abertas em breve em cada Núcleo e a Educafro pede a movimentação das coordenações para que possa ser um momento de diálogo, de debate propício sobre as questões da negritude, movimentos sociais e direitos humanos.