"Professor é aquele que ensinando, de repente aprende!" (Guimarães Rosa)

Há um bom tempo que não publico nada neste meu blog capim e por isso nada melhor do que sentar uma hora pegar a enxada, que é o teclado do computador, e começar a tirar os capins que cresceram nele e colocar coisas novas, recheios das experiências atuais.

No dia 31 de março passado, este meu Blog Danilo Vizibeli – Jovem Jornalista completou precisamente 2 anos de sua existência. No dia 31 de março de 2010 nascia este espaço com a publicação do texto intitulado com uma epígrafe de Chico Xavier “Morre um capim, nasce outro”. Ainda pouco acessado, mas sempre repleto de conteúdo do mundo das letras, da comunicação e das artes, o blog já conquistou os oceanos da internet e já recebi contatos de pessoas de diversas localidades do Brasil que acessaram a página. Fico feliz com isso.

Mas então, capinando o blog, hoje venho dizer-lhes das experiências que tenho vivido atualmente e mais precisamente da experiência de ser professor. No Núcleo Dércio Andrade este ano estou como professor de Língua Portuguesa, Redação e agora Literatura. Está sendo magnífico, a turma desse ano está animada e está sendo muito proveitoso. Já fizemos várias atividades como redações, discussão de texto sobre a força das palavras, vídeos e para o dia 16 de abril está marcado nosso 2º Café com Letras do NDA que irá discutir a obra “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector.

No próximo post irei falar mais precisamente da minha experiência com a UNABEM – Universidade Aberta da Maturidade (FESP/UEMG) que tem dado um impulso na minha carreira e que também já temos vários planos.

Sobre ser professor quero dizer que nesse ano estou refletindo muito sobre essa minha vocação e quando penso nela, penso também na minha aluna do NDA, Valquíria Tristão Dias, que logo de cara assumiu e disse: eu quero fazer Letras e ser professora de Língua Portuguesa. A coragem de uma jovem em pleno século XXI, tempo das adversidades para a profissão de professor, me chama a atenção. Ser professor é uma descoberta, é um caminho a ser percorrido com a humanidade, pois não nascemos prontos e como professores, vamos nos construindo a cada dia e como diz Guimarães Rosa: “professor é aquele que ensinando, de repente aprende”. Obrigado alunos dercinianos pelo tanto que tenho aprendido com vocês. Axé! E para a Valquíria: Arribobô Oxumaré! Viva!

 

Danilo Vizibeli

Jornalista, Professor e Mestrando em Linguística

Anúncios